Quer fazer parte do App Motherly com exclusividade?

Sono e Imunidade na Gestação

Nas últimas semanas muito tem se falado em estratégias para melhorar a imunidade. Uma boa noite de sono tem papel fundamental na reparação do organismo e estudos já mostraram que o sono adequado está diretamente relacionado com o bom funcionamento do sistema imunológico. Não é à toa que quando ficamos doentes o nosso corpo pede repouso. Nessas situações o sistema imune se conecta com o sistema do sono para ativar nossas defesas. Noites de sono ruins ou insuficientes podem enfraquecer o sistema imunológico afetando as células de defesa e a secreção de mediadores inflamatórios, como as chamadas citocinas, as quais têm papel importante na regulação do sono. Ou seja, essa relação ocorre nas duas direções. O sono de qualidade também ajuda a regular hormônios responsáveis pelas sensações de fome e saciedade, a consolidar a memória e o aprendizado e, inclusive, a regular o humor. Sabemos que, durante a gravidez, as mulheres enfrentam desafios para a manutenção de um sono de qualidade. Torna-se cada vez mais difícil encontrar uma posição confortável na cama, ocorrem mais despertares noturnos (que podem ser em função do aumento da vontade de fazer xixi, sensações de azia, problemas do sono como apneia, ronco etc, além de aspectos hormonais). Porém, algumas estratégias podem auxiliar para melhorar o sono nesse período: - tentar estabelecer uma rotina de horários para dormir - reduzir o consumo de líquidos à noite - ter horários regulares para as refeições - evitar jantares pesados - buscar a posição mais confortável (especialmente no último trimestre, dormir de lado) - realizar meditação ou alguma técnica de relaxamento antes de dormir (veja nossos posts sobre meditação e relaxamento progressivo) - buscar um ambiente tranquilo para dormir: longe de luzes artificiais e ruídos Para saber mais, confira nossos posts anteriores. Em um deles fornecemos mais dicas para dormir melhor na gravidez e, em outro, para cuidar do sono depois que o bebê nasce. Referências: - Opp et al. 2016: http://tiny.cc/91kmnz - Palma et al. 2007 http://tiny.cc/g3kmnz - Christian et al. 2019 http://tiny.cc/13kmnz - Carroll et al. 2019 http://tiny.cc/t4kmnz

229 visualizações

Quer fazer parte do App Motherly com exclusividade?

Financiamento:

Realização:

Dúvidas? Fale Conosco

contato@motherly.com.br

Inscreva-se no nosso newsletter para saber todas as novidades

de Motherly e mais!