Quer fazer parte do App Motherly com exclusividade?

Ansiedade durante a gestação | Motherly

Vamos falar sobre saúde mental na gestação?

No post de hoje, vamos falar sobre ansiedade, uma condição que acomete muitas gestantes e que pode gerar um sofrimento significativo.


A ansiedade é um estado emocional caracterizado por preocupações em relação a problemas ou coisas ruins que podem acontecer e por alterações no corpo, tais como tensão muscular, suor, aumento da pressão sanguínea e ritmo cardíaco. De maneira, geral, a ansiedade é engatilhada por estímulos ou eventos que são sentidos como uma ameaça. Esses estímulos podem ser externos (por exemplo, determinados tipos de situação) ou podem ser gerados internamente (por exemplo, alguns pensamentos ou sensações geradas pelo próprio corpo). Quando esses estímulos ocorrem, o sistema nervoso autônomo, que é a parte do cérebro que controla funções como a respiração, circulação de sangue e temperatura, reage criando efeitos físicos (tensão muscular, aumento do ritmo cardíaco, entre outras) que nos preparam para enfrentar um eventual perigo. A ansiedade é uma reação normal ao estresse e é um mecanismo muito importante para percebermos e lidarmos melhor com situações que podem ser ruins para nós. Então, algum grau de preocupação e ansiedade é bem esperado quando você está grávida ou logo depois que o seu bebê nasceu. Afinal, esta é uma fase cheia de novidades, desafios e adaptações.


Mas afinal , quando a ansiedade passa a ser um problema? A ansiedade passa a ser um problema quando ela é desproporcional em relação à situação, ou seja, quando você reage de maneira muito mais intensa do que o necessário ou quando você permanece ansiosa quase o tempo todo e dificilmente consegue relaxar e voltar ao normal. Aqui estamos falando de situações em que você fica tão ansiosa a ponto de não conseguir aproveitar sua gestação ou dar conta dos desafios de criar um recém-nascido. Nesses casos, você pode estar sofrendo de algum Transtorno de Ansiedade, que são condições caracterizadas por preocupação excessiva na maior parte dos dias em um nível que afeta a sua capacidade de funcionar bem no dia-a-dia. Essas são condições comuns em gestantes e no período pós-parto e podem aparecer juntamente com outros problemas de saúde mental (por exemplo, a Depressão).


É importante saber que as manifestações físicas da ansiedade normal e dos Transtornos da Ansiedade são as mesmas; a diferença é quando você começa a ter prejuízo funcional, isto é, uma incapacidade de dar conta das atividades diárias que são importantes para você. Em alguns casos, as pessoas até são capazes de manter o mesmo nível de funcionamento, mas fazem isso às custas de muito sofrimento e esforço.


Lembre-se: é perfeitamente normal que você se preocupe com o seu bebê, seja durante a gestação ou após seu nascimento. Contudo, se você está se sentindo muito nervosa, ansiosa e preocupando-se constantemente com algo que pode estar errado ou que poderia dar errado no futuro, isso pode ser um indicador de um Transtorno de Ansiedade. Muitas mulheres ignoram esses sintomas ou atribuem isso aos hormônios ou ao estresse de se ter um bebê, mas esse nem sempre é o caso. Se você tem preocupações excessivas que permanecem por mais de duas semanas e / ou são difíceis de lidar, você não deve ignorá-las . Converse com seu médico. Essas preocupações podem ser um sinal de um Transtorno de Ansiedade, que é uma condição que pode ser tratada.


Quer ver mais sobre os Transtornos da Ansiedade? Dê uma olhada aqui: https://drauziovarella.uol.com.br/videos/em-x-perguntas/ansiedade-em-4-perguntas-marcio-bernik.


Referências:

- Associação Americana de Psiquiatria (2013). Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5). Editora Artmed.

- Calhoon, G. G., & Tye, K. M. (2015). Resolving the neural circuits of anxiety. Nature Neuroscience, 18, 1394–1404. (a critério de vocês se colocamos ou não as referências)

6 visualizações

Quer fazer parte do App Motherly com exclusividade?

Financiamento:

Realização:

Dúvidas? Fale Conosco

contato@motherly.com.br

Inscreva-se no nosso newsletter para saber todas as novidades

de Motherly e mais!